Realmente estamos de mãos atadas!

Hoje, a gente sequer consegue ir à casa do seu moço a da sua moça sem correr riscos de ser assaltados.

Desde ontem eu estava angustiada... uma falta de ar sem ter motivo (pelo menos eu achava). Liguei pra todos em casa, meu irmão, meu pai e Marcio e nada.... todos estavam bem graças à Deus.

Hoje, o meu moço resolveu dar um pulo aqui em casa pra participar do adestramento das ferinhas. Meu moço nunca foi medroso. Nunca teve medo de andar sozinho à noite... mas eu não! Sempre fui um pouco corajosa mas nunca me arriscava nas noites.

Desde que começamos a namorar, sempre pedi que ele evitasse de sair daqui tarde, justamente pra não correr riscos. Pelo qual não foi minha angústia, hoje ele foi assaltado na esquina da minha casa, com uma arma apontada! Levaram um mísero celular... graças a Deus só levaram o mísero celular! Agora eu te pergunto: esses babacas se sujam por tão pouco, por quê?! Como diria o Datena... 'bandido bom é o bandido morto!'

Mudando de alface pra couve-flor, vira-e-mexe eu ganho algo pro enxoval do casório que acontecerá sabe-se-lá-quando... hoje eu ganhei uma colcha L-I-N-D-A de fuxico! Toda feita à mão, tem como não gostar?! Depois posto fotos aqui! E saga atrás de um lugar pra morar continua...

Sabe, meu amor, você não tem noção do quanto eu fiquei nervosa quando me falou do assalto. E de como eu me sinto culpada por você ter saído daqui e ter sido assaltado. Não vejo a hora de termos nosso cantinho e de nos juntarmos pra não termos mais esse problema de ter que ir embora...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade e deixe seu comentário ;-)