Futilidades da Van Van

Pois é, meu povo. Eu também tenho meu momento fútil.

Não vivo só de brincadeiras com os meus cachorros, de viagens, de encontros blogueiros. Amo muito tudo isso. Mas eu tenho uma outra paixão. AMO bolsas!
Aí, hoje é aniversário da minha prima. Rodei o shopping inteiro atrás de alguma coisa legal... De repente o Marcio: "Olha que bonitinho pra Mayara... ela adora rosa!".
Dei de cara com essa gracinha:

Detalhe no brochinho removível:

Essa bolsa é da Tutti. O site tá fora do ar, mas existe stand em quase todos os shoppings. Se eu contar o preço pra vocês vocês não acreditar e ainda vão me chamar de pão-dura!

Amanhã eu e Marcio completamos 1 ano e 3 meses juntos. A cada mês eu tenho certeza que é ele que eu quero do meu lado!!!

O evento do ANO...

até então. Porque esse ano será cheio dos eventos!

No sábado (14-02-09) foi uma das datas mais importantes da minha vida. Imagine na vida da minha amiga Lua?!

Muita dedicação, muitos detalhes que talvez se ela tivesse tido a calma que eu sempre pedi que ela tivesse, não teriam ficado tão perfeitos (amiga, você arrasou de verdade)!

Ela pediu que não nos atrasássemos porque ela tb não tinha essa intenção. Ela se atrasou sim gente! Tenho que dedurá-la. Mas também, quem mandou ela ir ao clube conferir a decoração do local na hora do almoço? Tinha que estar descansando...

O vestido que ela tanto sonhou e tanto se preocupou, o penteado que ela não tinha certeza, o sapato, as alianças, a banda, a decoração mudada em cima da hora, os alfajors como lembranças, o bendito véu (que por mais que ela dissesse que era mais ou menos, eu tentei achar o menos e não consegui), a farda do David, a espada que o David carregava, o teto de aço feito pelos amigos do David e a espetada no bumbum, as músicas instrumentais (principalmente a Marcha Nupcial remixada)... tudo tudo tudo de muitíssimo bom gosto. Tudo lindo, tudo perfeito!

A festa super animada pelo DJ, a Banda Neles arrasando no som ao vivo! A decoração rústica-meiga-a-cara-da-Lua lindaaaa! O david tocando "The Dream" no sax e a cara de bobona da Lu pra ele... (vou amtricular o Marcio numa aulinha de violão intensivão)! Gente, é sério, não teve um defeito sequer... o buffet MARAVILHOSO!

Também encontramos com a Sol. A Sol estudou na mesma escola que eu no Ensino Fundamental. Voltamos a nos encontrar nesse mundo blogueiro, acreditem se quiser. Pudemos conversar um pouquinho e voltarmos a curtir o casamento da Lua.

Sabe o que foi mais legal além disso tudo? Nos acabamos muito na pista... todas nós ficamos muito felizes pelos dois e desejamos o mesmo: AMOR e FELICIDADES!

Lu, amiga, não vou nem falar mais nada porque não tem como falar o que foi os eu casamento. O pouco que eu falei aqui não dá pra representar o que foi! Só quem esteve lá sabe o quanto foi maravilhoso participar deste momento. Agora vai começar as cobranças dos herdeiros viu?!

Eu e Marcio ficamos morrendo de vontade de ter o nosso...

Mas tudo há seu tempo e eu só quero desejar pra Lu e pro David, que eles sejam felizes para sempre! Com a benção de Deus e os votos de todos os amigos!!!

"Com você descobri que pequenas diferenças nos levam a grandes descobertas. Que quando fazemos o outro feliz, é que realmente descobrimos a felicidade. Que longas esperas trazem inesquecíveis momentos de prazer na hora do encontro. Que a vida pode ser completa, quando amamos e somos amados."

Pai X Mãe


Pois é... e a vida segue em frente...

Ultimamente eu tenho brigado com todo mundo. Menos com meu pai... talvez por não morar com ele, mas ele tá sempre ali, presente, pelo menos pelo celular. Meu pai é um cara que sempre foi muito irresponsável com algumas coisas: pensão nunca paga, sempre desempregado, nunca quer ter chefe... Mas sempre foi um grande amigo. Sempre me disse coisas que eu precisava ouvir (e essas coisas não necessariamente são as que eu quero ouvir). Ao contrário da minha mãe, ele sempre me passa muita paz.

Minha mãe é o oposto. Minha mãe é aquela batalhadora, guerreira que sozinha batalhou e trabalhou em 4 lugares diferentes pra sustentar os 2 filhos pequenos. É aquela que fala tudo impulsivamente, coisas que eu não quero e nem preciso ouvir. Quer se comparar às minhas amigas 'jovens'. Encara meu noivado como uma perda. Está presente físicamente em todas as minhas conquistas mas não vibra com a intensidade que deveria. É uma pessoa extremamente estressada, que apesar de saber dos meus problemas sempre acha que os dela são os mais importantes.

Sabe, a essa altura do campeonato me vejo rodeada de pessoas. Poucos, porém importantíssimos amigos. Mas àquela que eu sempre tentei ser a melhor amiga, àquela que eu sempre fiz questão de agradecer por tudo que fez por mim, no momento mais feliz da minha vida, resolve fazer de tudo, um verdadeiro inferno.

Queria uma mãe ao meu lado me ajudando a procurar casa, me ajudando a ver salão de festas, me ajudando a ver preços de eletrodomésticos e etc. Não queria uma pessoa me falando o tempo todo que tá cedo pra eu casar, que eu deveria passar num concurso público antes, que eu devia observar mais meu noivo pra ver se ele realmente é O cara.

Às vezes acho, que eu tô sozinha no mundo... talvez se meus pais invertessem de sexo, seria mais fácil. Normalmente o pai é mais ciumento. Mais cricri. Mas como normalmente eu sou diferente em quase tudo... não podia ser diferente desta vez.

Vida que segue...

p.s: Sábado tem o evento do ANO.

'Quem casa, quer casa.'

Eu e Marcio temos suado um pouco...

Quando resolvemos casar, nem éramos noivos... falávamos em morar juntos, comprar um 'barraco' e ter uns melequentos pra criar...

Mas as coisas não são tão simples assim! Enquanto vejo uma amiga ralando pra ter sua casa, vejo outra pra ter o casamento dos seus sonhos. Eu, sinceramente, quero uma casa bem decorada pra morar. Sem faltar nadinha.

Por incrível que pareça, o orçamento pra festa e cerimônia já temos em mãos... e foi barato! Mas a casa, bom, são outros quinhentos... Já vimos 4 apartamentos, fechamos com 2. 1 com a imobiliária e outro direto com a proprietária.

Infelizmente nessa vida existem pessoas que tem o caráter duvidoso e tem o hábito de passar os outros pra trás! E tem pessoa ingênua que acredita na palavra e no acordo de boca (nós!)

Eu disse que não falaria águas de casamento, mas vcs iam achar que era um noivado de meia-tigela! Mas não é não!

Galera, quem souber de apê ou casa pra vender aqui no RJ, me dêem um toque! Aceitamos qualquer negócio :D

A vida...

é bela, nós é que fod* com ela!

Já dizia um velho ditado... o que um final de faculdade estressante, aborrecimentos em casa, stress com o noivo por conta de mau humor meu e ansiedade extrema não fazem com um corpo?!

Quando comecei a namorar o Marcio eu tinha perdido exatamente 12 kg. Com todo o stress comentado acima eu recuperei os 12 kg. As minhas calças tão lindas não cabem em mim... meus vestidos ficam apertados, meu braço está enorme... lembro quando era mais novinha que meu irmão me apelidou de Orca, Willy, e por aí vai...

Isso traumatiza uma criança viu?!

Nunca fui magrela, já fui gostosa... hoje eu sou "cheinha". "Cheinha" é o cacete, sou gorda mesmo e assumo!

É que nem a história do 'bonitinha'. 'Bonitinha' é um feio arrumado. Então eu quero voltar ao meu corpo de 1 ano atrás, sem ficar com cara de doente. Também quero voltar a usar os meus shorts e saias semi-curtos (sim, porque curtinho o noivo não gosta!).

Antes a desculpa era falta de tempo, hoje não tenho nem o que me responder...

Então hoje já começou o meu desafio à balança! Quero que ela vá pros quintos dos infernos!