Ainda bem...

Ainda bem
Que você vive comigo
Porque se não
Como seria esta vida?
Sei lá, sei lá
Nos dias frios em que nós estamos juntos
Nos abraçamos sob o nosso conforto de amar, de amar

Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar
As flores que me manda são fato
Do nosso cuidado e entrega
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão
Meu corpo sem o seu uma parte
Seria o acaso e não sorte

Ainda bem
Que você vive comigo
Porque se não
Como seria esta vida?
Sei lá, sei lá
Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar
As flores que me manda são fato
Do nosso cuidado e entrega
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão
Meu corpo sem o seu uma parte
Seria o acaso e não sorte

Neste mundo de anos
Entre tantos outros
Que sorte a nossa hein?
Entre tantas paixões
Esse encontro
Nós dois, esse amor.

Entre tantos outros
Entre tantos anos
Que sorte a nossa hein?
Entre tantas paixões
Esse encontro
Nós dois, esse amor.

Entre tantas paixões
Esse encontro
Nós dois, esse amor.
Ainda Bem - Vanessa da Mata

O mundo tem voado pra mim, não sei pra vocês, mas a minha vida deu um upgrade de Novembro do ano passado pra cá. Tenho amado e me amado. E isso tudo é culpa da Prips. Amiga, há 7 meses sou uma pessoa mais completa e feliz! Obrigada, viu?!

Sei que vocês mal me vêem conectada em MSN, Google Talk ou Orkut. E-mail respondo todos porque é a única coisa que acesso no trabalho. Mas quando digo o upgrade é porque eu consegui finalmente dar um jeito na minha vida. Tenho feito muitos planos e alguns eu tenho conseguido dar andamento.

Tenho viajado muito, nada a passeio. E amanhã estarei viajando de novo! Sinto muitas saudades de comentar, de ler e visitar todos vocês, mas às vezes precisamos dar prioridades a algumas coisas, certo?!

Bom final de semana a todos!

p.s: Amor meu, eu te amo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade e deixe seu comentário ;-)